Pin It
0

Pais: Educar não é uma Arte

Mente quem diz que o ato de educar é fácil e tranqüilo. O processo pedagógico é complexo e exaustivo. Educar, tanto do ponto de vista formal quanto do informal, é um processo cíclico que dá muito trabalho. Exige dedicação, paciência, conhecimento, doação e uma dose de boa vontade e amor quase inexplicável. Educar vai muito além dos muros da escola, onde o processo educativo acontece do ponto de vista pedagógico e social. Educa-se em casa, no clube, na igreja, junto aos familiares, no cotidiano, por meio de palavras e de exemplos. Educa-se para a vida, segundo os valores familiares estabelecidos por cada família e cada sociedade.Todos os adultos que educam, em geral, estão sempre bem-intencionados. A frase “Seja educado, meu filho” é constantemente repetida, mas nem sempre aplicamos os nossos discursos no cotidiano. Mesmo percebendo que as nossas posturas estão sendo fitadas pelo menor, como se fossemos um espelho.Problemas e fatalidades ocorrem na escola, em casa, na rua, na vida. À medida que somos verdadeiros e valorizamos na dimensão certa cada acontecimento, estamos introduzindo crianças e jovens no mundo real, da razão e da emoção, de forma equilibrada. Estamos preparando cidadãos.É importante sempre orientá-los, fazê-los saber que nem tudo acontece como queremos e como planejamos. Deixá-los viver alguns acontecimentos desagradáveis vai fortalecê-los. Deixá-los participar (dentro de seus limites) das questões familiares, vai ajudá-los a aprender a superar desafios e dificuldades. Quem planta educação não pode ter pressa, pois se trata de um processo lento cuja colheita será feita por gerações futuras. Educar não é arte, mas viver é uma arte.

Suely Regina Soares Santos
Especialista em Qualidade Total

Gostou? Compartilhe esse post em sua rede social
.

Comente!

Enviar Comentário

Por: Tia Lu © 2017 Todos os direitos reservados.
Orgulhosamente mantido com WordPress.